•  
  •  

Dia das Bruxas

O Halloween/Dia das Bruxas é, em essência, uma celebração de culto popular desde o seu surgimento. Tem, portanto, uma forte visibilidade popular e, sendo uma data conhecida mundialmente pela tradição dos países de origem anglo-saxónica, prefigura uma referência e oportunidade de aprendizagem no âmbito do trabalho de mediação cultural e linguística com os nossos alunos. É importante não esquecer que esta tradição não se confina a um universo de língua inglesa, uma vez que é celebrada também na Suíça, França... Em Portugal, existe uma tradição antiga, realizada nalgumas zonas do  país - o Pão por Deus - cuja afinidade com o Halloween/Dia das Bruxas está, de certo modo patente, na medida em que se realizavam peditórios para obter alimentos e se realizavam oferendas para homenagear quem já partiu... 

Esta efeméride e sua dimensão metafórica permeia o imaginário das crianças dos cursos de PLH, constituindo-se o mote/motivação necessários para a dinamização de atividades de leitura e escrita, que tiveram lugar nas semanas letivas de 28 de outubro à segunda quinzena de novembro, a partir da referência de leitura (PIL)  "A Bruxa e o Caldeirão" do autor José Leon Machado (PIL), nos níveis A1/A2, na escola Ancien Collège, em Nyon.

Em paralelo às atividades inerentes aos processos de leitura/escrita, os alunos puderam relembrar e/ou (re)descobrir aspetos relacionados com estas tradições (Dia das Bruxas, Pão Por Deus) -  origem e simbologia.

Em síntese, este trabalho de mediação linguística  e cultural, planeado pela docente Elisabete Moreira, culminou na dinamização, em grupo, do "jogo da glória" sobre os conteúdos e temáticas trabalhados; na "dança dos zombies"; e construção/ilustração de uma abóbora assustadora para as crianças poderem "reclamar" à vizinhança os tradicionais doces ou bolinhos (ou o Pão Por Deus à luz da tradição portuguesa)!​​​​​​​


Os alunos de Baar dos níveis A1, A2 e B1 comemoraram igualmente o Dia das Bruxas, sob a orientação da docente Helena Novais. Muito à semelhança dos seus colegas da escola regular suíça, estudaram o costume de origem americana, que tem por todo o mundo costumes semelhantes, seja o Pão por Deus português, ou o Dia de los Muertos mexicano, ou a Seelenwoche austríaca. ​​​​​​​